Open/Close Menu O escritório Marcos Martins Advogados tem desenvolvido, ao longo de sua trajetória, perfil altamente especializado na prestação de serviços jurídicos.
marcos martins informativo iss

Alana Aiche do Carmo Dahrouj
Advogada do Escritório Marcos Martins Advogados

O Supremo Tribunal Federal deve julgar em breve questão envolvendo a incidência do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) no licenciamento ou cessão do direito de uso de programas de computação desenvolvidos de forma personalizada.

A questão foi levada ao STF por meio de ação ajuizada por operadora de telefonia que sustenta que a mencionada hipótese não está sujeita a tributação do ISS por configurar uma “obrigação de dar” e não uma prestação de serviço.

Embora expressamente previsto na legislação como uma das hipóteses de incidência do ISS, deve-se conferir se efetivamente há o desenvolvimento de uma atividade, isto é, uma “obrigação de fazer”, pois como se sabe, o que ocorre na prática quando se compra um software mesmo que personalizado é a mera obtenção de autorização para utilizá-lo.

Tendo em vista a quantidade significativa de empresas que fazem uso do software personalizado, a fixação da forma de tributação para essa hipótese se torna de extrema relevância.

Assim, em meio à tantas indefinições e inseguranças para o contribuinte no cenário tributário atual, espera-se que o STF decida pela não incidência do ISS nas operações de licenciamento de softwares personalizados, proporcionando segurança e clareza na aplicação das regras constantes na Constituição Federal.

O escritório Marcos Martins Advogados coloca a sua equipe tributária à disposição para maiores esclarecimentos sobre o tema.

Dúvidas? Fale com nossos advogados e receba orientações.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Compartilhe nosso conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
CategoryInformativos
logo-footer